Você sabe como usar revestimentos de ardósia?

As ardósias são revestimentos tradicionais, amplamente utilizados na arquitetura em pisos, paredes, fachadas e bancadas. O interesse por esse material se explica por propriedades como alta resistência, estética sóbria e custo competitivo.

A versatilidade é outro ponto forte. As ardósias são rochas de granulação fina, o que lhes garante uma superfície lisa e elegante. Elas também possuem padrões cromáticos variados, podendo ser encontradas em tons que vão do cinza ao preto, passando pelo verde e pelo vinho.

Assim como outras rochas ornamentais, as ardósias podem ser submetidas a acabamentos variados gerando faces polidas (brilhantes), escovadas (acetinadas) e rústicas (naturais). Além disso, por apresentarem baixa porosidade, elas podem ser utilizadas em aplicações exigentes, como em banheiros, bancadas e em fachadas externas.

São propriedades importantes das ardósias:

  • Baixa absorção de água;
  • Médio a alto coeficiente de dilatação térmica;
  • Média resistência ao desgaste abrasivo;
  • Alta resistência a impactos;
  • Média resistência à compressão;
  • Altíssima resistência à flexão.

Além da espessura, o espaçamento das juntas e a especificação das argamassas para o assentamento interferem bastante na qualidade do revestimento instalado. O espaçamento indicado para as juntas dos revestimentos costuma ser de 3 a 5 mm (em ambientes internos) e de 6 a 8 mm (ambientes externos) quando as placas têm individualmente até 0,5 m². Placas de maiores dimensões podem demandar juntas de 8 a 10 mm.